Meliá Villaitana

Benidorm, Espanha
-20%
SITE OFICIAL. MAIS BARATO DO QUE TODAS AS AGÊNCIAS DE VIAGENS ON-LINE 
Aproveite o charme de uma vila Mediterrânea

Inspirado nas aldeias mediterrâneas, o hotel Costa Blanca combina serviços de qualidade, dois campos de golfe, cozinha requintada e atividades para toda a família.

retorno

Campo de Golf de Levante

O Campo de Levante situa-se em um lugar privilegiado, com vista para a montanha e para o mar, com o único obstáculo da inigualável linha do horizonte desenhada pelos edifícios da cidade de Benidorm. Inaugurado em 2006, este campo faz parte de um grande resort, onde compartilha espaço com o Campo de Poniente e o complexo hoteleiro do Meliá Hotels International, além de um estacionamento e outras instalações esportivas.

O percurso possui cinco marcas de saída para cada tee (pretas, brancas, amarelas, azuis e vermelhas) com suas diferentes plataformas e é composto por fairways muito amplos, cobertos de grama da variedade bermuda "Princess", com replante no inverno de Ray-Grass, que melhora a aparência e a qualidade nos meses frios.

Sua grande versatilidade torna possível a realização de grandes provas de alto nível para profissionais, ao mesmo tempo que outras de menor classificação para amadores, capaz de despertar a sensação de uma caminhada agradável enquanto pratica golfe em um ambiente espetacular.

BURACO 1. Par 4 de 390 m

Calcule bem onde colocar sua primeira tacada, já que dois bunkers situados em cada um dos lados do fairway esperam, estrategicamente, a caída da bola. Um leve dog leg e área fora de campo à esquerda, já que o percurso contorna o hotel, e um green protegido por um grande bunker à sua direita, fazendo com que a segunda tacada seja mais tranquila, com uma superfície cruzada e protegida por paredes na lateral esquerda e no fundo.

BURACO 2. Par 4 de 385 m

Um buraco com área fora de campo na lateral esquerda, por seguir contornando o complexo hoteleiro. Um trajeto quase reto que requer inclinar-se na parte esquerda para alcançar o fairway, pois a linha reta até o alvo é bloqueada por um grande bunker, com profundidade suficiente para prejudicar a chegada ao green. Compreende duas plataformas muito diferentes entre si, com a parte superior no fundo, onde o green espera por você cercado por três bunkers.

BURACO 3. Par 3 de 199 m

A bola deve voar sobre um pequeno barranco, marcado como água frontal e lateral, deixando um enorme bunker na sua lateral direita, para alcançar este vistoso buraco, fazendo com que o acesso ao green seja quase em voo. A disposição alongada do green ajuda a torná-lo mais comprido, dependendo da posição da bandeira, com uma clara área de escape de bola em sua parte central esquerda.

BURACO 4. Par 5 de 480 m

Embora o comprimento deste par 5 não seja muito grande, sua dificuldade reside nos treze bunkers e na colocação estratégica destes no campo. Sua lateral esquerda é protegida pela área fora de campo que se estende até a parte de trás de um green, acidentado e pequeno, enquanto protegido frontalmente por uma série de 5 bunkers, posicionados um após o outro.

BURACO 5. Par 4 de 350 m

Buraco curto, protegido por bunkers nas laterais do fairway, inclinado para o leste e vento predominante de frente. Green em forma de pera, muito acidentado e protegido por três bunkers grandes e profundos à esquerda, e outro menor à direita, que decora e protege o green.

BURACO 6. Par 4 de 397 m

Uma leve subida na primeira parte do fairway dá lugar a um ligeiro declive na sua segunda metade. Uma tacada longa e certeira fará a bola viajar muitos metros devido à inclinação, tornando a tacada mais curta para o green, protegido por bunkers em ambos os lados. Green com 35 m de fundo que faz com que seja imprescindível uma boa escolha do taco para fazer o buraco.

BURACO 7. Par 3 de 218 m

Segundo Par 3 destes primeiros nove buracos. Flanqueado por um imenso lago à esquerda do percurso, dando a este vistoso buraco a dificuldade da água lateral. O green, profundo e acidentado, inclinado para a água, divide dois bunkers, um de cada lado.

BURACO 8. Par 5 de 550 m

A disposição de dois bunkers, um de cada lado do fairway, convida a pensar sobre a tacada de saída se o objetivo for alcançar o green em duas tacadas, para obter um melhor resultado. Ao longo do percurso existem mais três bunkers para se evitar antes de chegar ao buraco.

BURACO 9. Par 4 de 392 m

Um leve dog leg à direita, com green oculto desde o tee de saída. Um único bunker à esquerda e um na lateral direita, servem para que a direção de saída seja naquele sentido, com o risco de que a bola acabe no rough, dificultando a tacada seguinte. O green espera por você protegido por um enorme bunker em quase toda sua frente e outro menor ao fundo.

BURACO 10. Par 4 de 400 m

A saída mostra apenas a primeira parte do buraco. Um bunker central no fairway e outro em sua parte direita tornam necessário precisar bem onde desenvolver o jogo. Principalmente se você levar em conta que, após o bunker do fairway, começa uma inclinação que deslizará a bola em direção ao lago que protege a segunda metade do fairway e todo o green. Um dos buracos mais complicados do campo.

BURACO 11. Par 5 de 497 m

O fairway recebe a bola em uma inclinação ascendente que, uma vez superada, mostra a magnitude de um emblemático buraco que tem um barranco na lateral direita com área fora de campo. Um green altamente acidentado, estreito e profundo, com algumas áreas de escape de bola e bunkers que decoram e ao mesmo tempo dificultam o jogo.

BURACO 12. Par 3 de 201 m

Um barranco profundo entre o tee e o green torna o objetivo difícil, além dos quatro bunkers grandes e profundos que atravessam o green e dão a esse buraco a sua própria personalidade, cercado por um anfiteatro natural na parte posterior, que irá coletar as poucas bolas que sobrevoarem o green.

BURACO 13. Par 4 de 346 m

Um imenso lago faz fronteira com o pequeno dog leg à direita, compartilhando o espaço com o buraco 7. Toda o percurso é feito à direita, com três bunkers colocados em diagonal à caída da bola, atravessando o fairway da direita para a esquerda, e que, dependendo da tacada, intervêm no resultado.

BURACO 14. Par 3 de 142 m

O buraco mais curto do campo é um Par 3 de 142 m, com green no alto, amplo e muito acidentado. É protegido por obstáculos de areia profundos e áreas de escape de bola, que dificultam localizá-las no green.

BURACO 15. Par 4 de 383 m

Um Par 4 longo, com um primeiro trecho em descida e um segundo trecho em subida. Um grande bunker protege seu lado esquerdo na caída da bola que deve se evitar desde a saída para conseguir chegar de dois greens ligeiramente cruzados e protegidos por 3 bunkers frontais, de profundidade, que dificultam o acesso ao buraco.

BURACO 16. Par 5 de 519 m

Buraco estreito e reto, com área fora de campo na lateral esquerda, dando liberdade à primeira tacada, sem muita dificuldade, apesar do comprimento. Na segunda tacada dois bunkers esperam por você, os quais dificultam o jogo, antes de entrar em um green acidentado e ligeiramente cruzado por um grande bunker frontal e outros dois menores na parte de trás, completando este buraco.

BURACO 17. Par 4 de 380 m

Um enorme bunker localizado no centro do fairway e que segue por muitos metros na mesma direção da bola é a característica desse buraco. No alto, protegido por dois bunkers, um de cada lado do objetivo, para completar um buraco altamente desprotegido do vento, o que pode influenciar muito o resultado final.

BURACO 18. Par 4 de 387 m

Buraco reto, em ligeira inclinação ascendente, com lago frontal entre o tee e o fairway e uma segunda tacada longa. O green estende-se em dimensão e altura, cercado por um anfiteatro em todo o seu perímetro posterior e protegido por dois obstáculos de areia localizados na sua parte esquerda.

  • enviar para um amigo
  • imprimir

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba as melhores ofertas e promoções por e-mail